Sou Cultura viva, pulsando no compasso da bateria! Sou sangue do gigante Brasil!

Sou Cultura viva, pulsando no compasso da bateria! Sou sangue do gigante Brasil!

sábado, 26 de março de 2011

Bota abaixo!

Uma reforma sempre gera muito transtorno, por mais organizada que seja! Porém, quando isso é feito em uma cidade, podemos imaginar a confusão!
 Em 1997 a União da Ilha do Governador apresentou o enredo "Cidade Maravilhosa - O sonho de Pereira Passos" que foi desenvolvido pelo carnavalesco Roberto Szaniecki. 
A escola mostrou a transformação pela qual passou o Rio de Janeiro no início do século XX, quando uma grande remodelação do centro da cidade acabou com os tradicionais cortiços e deu lugar às grandes avenidas inspiradas nos modelos parisienses, os chamados boulevards.
 Na mesma época, foi construído o Teatro Municipal do Rio de Janeiro, uma maravilha da arquitetura, inspirada sempre na Europa. 
 Um dos cortiçoes que dominavam a paisagem do centro do Rio de Janeiro no início do século XX. 

Esse cenário típico inspirou um clássico daliteratura nacional!
 Após as reformas urbanas do então prefeito Pereira Passos, essa passou a ser a visão central da cidade! Largas avenidas, canteiros centrais, arquitetura européia! Esse é o teatro Municipal! 
Entre os dias 10 e 18 de novembro de 1904, a cidade do Rio de Janeiro viveu o que a imprensa chamou de “a mais terrível das revoltas populares da República”, tudo feito por uma massa de 3000 revoltosos. A causa foi a lei que tornava obrigatória a vacina contra a varíola. E o personagem principal, o jovem médico sanitarista Oswaldo Cruz. Tudo isso em torno do projeto de "higienização" da cidade!

A seguir a letra do samba da União da Ilha de 1997:

O meu pensamento voa
Me leva ao infinito
Vou girando meu compasso
Passo a régua e mudo o traço
Fazendo o Rio ficar mais bonito

Botei tudo abaixo (botei)
Levantei poeira (levantei) (bis)
Dei muita porrada (eu dei)
Taí o Rio que sonhei

O carioca...
Ah!... O carioca está contente
A alegria bailou no ar
Gozando de boa saúde, muda de atitude
O esporte já pode praticar
No jogo de bola (com muito prazer)
O banho de mar (se tornou lazer) (bis)
Fiz brilhar...
Pintei meu Rio com retrato de Paris
Com a cidade iluminada
O carioca tem a noite mais feliz
Mostrando ao mundo a riqueza nacional
Meu Rio agora é Belle Époque tropical
A burguesia me levou ao Teatro Municipal
Berço de boêmios seresteiros
Fervilham os bares do meu Rio de Janeiro
Amanheceu...

Amanheceu, floresceu um novo dia
Vou passear, extravasar minha alegria
De bem com a vida eu tô ô ô ô...
É lindo o meu carnaval
E hoje o Rio se tornou cartão postal

Lá vem a Ilha que vem
Toda gostosa também (bis)
Cantando o Rio, cidade maravilhosa

O vídeo da transmissão no momento da letra na tela! A bateria da Ilha sempre dando show!
 
O vídeo de um trecho do desfile de 1997! 
Contamos sempre com sua presença aqui no blog!


2 comentários:

  1. aew sor ta tri só não faz agente copia


    um abrço do {gringo}

    ResponderExcluir
  2. Maneiro esse blog, tb amo carnaval, abço!

    ResponderExcluir